MINERADORA YARA RESPONDE AO LEGISLATIVO SOBRE VAGAS DE EMPREGO E CONTRATAÇÕES.


Em Recente reunião na Câmara Municipal o Sr. Rosimar Santos (Mazinho) apresentou diversos questionamentos sobre a forma da contratação de funcionários junto a mineradora local, pedindo que a Câmara estudasse uma possibilidade de averiguar possível acordo e condição em que um percentual de funcionários contratado fosse entre os residentes no município, e que mais de 150 pessoas realizaram cursos de capacitação para trabalhar junto a empresa, sendo que, após a certificação, nem entrevista tiveram e tudo foi para o esquecimento.


Ressalta-se que antes mesmo das colocações do Sr. Rosimar no plenário da Câmara, um dos vereadores já havia enviado um oficio a mineradora em data de 20/04/2021, que só foi respondido por ela 05 meses depois num emaranhado de palavras que pouco expressa aquilo que realmente se deseja saber.


Sobre os critérios de contratação, veja parte da resposta enviada ao vereador: “ A Yara Brasil possui uma Política de Recrutamento e Seleção que fornece diretrizes e critérios a cerca dos processos de seleção de novos colaboradores. O objetivo desta política é estabelecer procedimentos, papéis e responsabilidades aplicadas ao recrutamento e Seleção da empresa, que tem como principais premissas: contratar o talento certo na hora certa e lugar certo; proporcionar uma experiência positiva aos candidatos, desde a inscrição na vaga até a integração, ” as explicações seguem neste teor.


Posteriormente as colocações à presidenta da Câmara Flávia Araújo,também encaminhou a mineradora solicitações em oficio sobre várias questões, entre elas o quantitativo de colaboradores de Serra do Salitre na empresa, ao que em resumo a mesma explicou que do quadro de 370 funcionários 93 são do município de Serra do Salitre.


Sobre a divulgação das vagas salientou que o principal meio de divulgação é o Site da empresa, no entanto o mesmo parece não ser divulgado, pois não se vê na localidade uma ampla divulgação do mesmo.


Ainda perguntado sobre os cursos que grande número de serralitrenses fizeram na expectativa do emprego e a previsão dos trabalhos, a empresa respondeu a presidenta que “o início dos trabalhos na planta química está relacionado ao término da construção do projeto e será divulgado, assim que oportuno, após a retomada das obras”.


Diante destas exposições a reflexão que fica é que tudo segue como está, no entanto se sabe que a empresa passa por um período de transição ocasionada pela venda da mesma para a empresa suíça EuroChem, com isso uma nova esperança surge, de uma melhor comunicação e de uma aproximação mais sólida com toda população serralitrense.


Reportagem / Ernandes Pereira


OS PRINCIPAIS FATOS DA CIDADE E REGIÃO - NOTÍCIA COM TRADIÇÃO E REAL CREDIBILIDADE

35 ANOS DE JORNALISMO REGIONAL

Serra do Salitre AGORA

Serra do Salitre AGORA

Siga-nos "Em todos"
  • Facebook Basic Black
  • YouTube Basic Black
  • Google+ Basic Black

            RONDA REGIONAL       

LEIS MUNICIPAIS

 NOTA FISCAL ELETRONICA MUNICIPAL (CLIQUE AQUI!)

VISITE NOSSAS UTILIDADES

SIGA-NOS EM NOSSOS CANAIS

  • Facebook Basic Black
  • YouTube Basic Black
  • Google+ Basic Black