SERRA DO SALITRE E SUA HISTÓRIA COM O PADROEIRO SÃO SEBASTIÃO

(*) Por Ernandes Pereira



Neste (20) de janeiro a cidade de Serra do Salitre festejou o dia de seu padroeiro São Sebastião, com importantes celebrações e manifestação de fé ao grande mártir da igreja.


Antes que o município de Serra do Salitre recebesse sua emancipação política, diversos foram os nomes recebidos inicialmente, baseados no clima, na área física do lugar etc, no entanto o nome que prevaleceu até a emancipação foi o de São Sebastião de Serra do Salitre.


O pequeno lugarejo que se formava pelos anos de 1853, chamava-se Espigão do Encosto, onde se realizou neste mesmo ano um marco para mais tarde ser construída uma capela.


A instalação de fazendeiros donos de terra e criação de gado na pequena localidade abrigava também provisoriamente o gado da região que posteriormente ia para o abate em São Paulo.


A boa qualidade da água era uma das razões do investimento desta criação.


No entanto, muito destas criações eram perdidas, com acidentes,doenças que causavam muito prejuízo.


Com a passagem rápida de diversos padres, a fé em São Sebastião protetor contra a peste, fome e guerra foi sendo semeada no coração dos fiéis que iniciaram suas orações e novenas em louvor ao santo, cuja proteção era implorada em favor das pessoas e também dos animais.


Assim chegamos na data da criação e instalação da paróquia, quando então o primeiro padre (a permanecer mais tempo) Joaquim Teles Alves de Souza ,considerando os milagres e a viva fé da população sugeriu que a paroquia fosse denominada Paroquia São Sebastião de Serra do Salitre.


Em 1945 a pequena localidade foi elevada a categoria de Vila, mantendo o nome do padroeiro, e em 12 de dezembro de 1953 foi criado o município com a denominação de Serra do Salitre, conservando sempre como padroeiro São Sebastião.


Todos os anos se celebra com entusiasmo e fé a festa do padroeiro que tem cuidado do nosso povo com a permissão divina ao longo de todos esses anos.


(*) REPÓRTER /PESQUISADOR - ERNANDES PEREIRA




HINO A SÃO SEBASTIÃO


BENDITO DE SÃO SEBASTIÃO


1. A ti santo, hoje damos louvores, grande mártir, são Sebastião. Que da morte afrontaste os horrores,\: indo à gloria reinar em Sião.


2. Protetor desta terra querida, livrai-nos dos flagelos mortais. Dai-nos paz pura e santa vida, \: para a glória gozar imortais.


3. Tu, válido dos reis deste mundo, não te deixas da honra embair. Antes dar-lhe o desprezo profundo,\: para a glória do céu possuir.


4. Vindo à hora das lutas tremendas, então mostra teu grande valor. Nem a dor nem as penas atentas,\: para a glória gozar do Senhor.


5. Oh meu santo, se és verdade eterna, que coroa terás que vencer, belo trono na casa paterna,\: grande glória foste receber.


6. Três batalhas tremendas vencestes: a abastança, a grandeza e o prazer. Três triunfos que cá merecestes,\: tríplice glória que sempre hás de ter.


7. Duras setas em ti cravaram, a teu corpo ferindo mortal. Mas ao invés da morte que te deram,\: foi à glória, a coroa imortal.


8. Grande santo alcança-me da glória força contra as más inclinações. De mim mesmo constante vitória, \: a vitória de minhas paixões.


9. Tuas setas sagradas derribem de minha alma, inimigos cruéis, que invisíveis ferir-me pretendem,\: e da glória furtar-me os lauréis.


10. Deste mundo em que vivo, os perigos dá-me sempre eu feliz evitar. Põe minha alma em seguros abrigos,\: até na glória sem fim

Serra do Salitre AGORA

Serra do Salitre AGORA

Siga-nos "Em todos"
  • Facebook Basic Black
  • YouTube Basic Black
  • Google+ Basic Black

            RONDA REGIONAL       

LEIS MUNICIPAIS

 NOTA FISCAL ELETRONICA MUNICIPAL (CLIQUE AQUI!)

VISITE NOSSAS UTILIDADES

SIGA-NOS EM NOSSOS CANAIS

  • Facebook Basic Black
  • YouTube Basic Black
  • Google+ Basic Black